Desabafo inútil para as novas gerações

Não era assim que as coisas deveriam estar. Vocês já deveriam ter mudado tudo.

Vou me explicar. Tenho mais de 40 anos. Sou da geração que esperava o Cometa Halley passar. Os anos 2000 chegarem. O novo milênio começar.

Na minha época as coisas não eram assim tão diferentes. Mas tínhamos a quem culpar. Era a falta de liberdade. Era a inflação. Era o desemprego. Era a Guerra Fria. Era o muro de Berlim. Mas tínhamos tanta esperança na galera que viria depois de nós. No quanto eles iriam mudar tudo.

Minha turma foi obrigada a passar por um salto tecnológico e cultural sem precedentes na história. Começamos a vida ouvindo LPs e vendo TV’s preto e branco, e agora usamos a internet e temos 3D dentro de casa. Não é tão fácil assim viver correndo atrás de algo sendo que nossas pernas ficam cada vez mais cansadas.

Quando eu era moleque, este país ouvia 70% de música estrangeira. Reclamávamos disso, por sermos culturalmente colonizados. Hoje, vocês inverteram o jogo, e a grande maioria do que toca na rádio é nacional, mas poxa vida, tinha que escolher o que há de pior para ouvir?

Eu não sou tão velho para ter visto cinema mudo. Mas na minha época, convivi com o cinema morto. Primeiro, com os filmes nacionais que simplesmente sumiram. E depois com a grande substituição das salas de cinema por igrejas. Não havia cinema na cidade para ver, e videocassetes eram mais caros do que muitos podiam pagar. Nosso cinema era o Supercine. Já vocês, nasceram na era dos multiplexes, e no meio das 10 salas sempre tem mais de um filme brasileiro disponível. Porque então escolher sempre os clones do Zorra Total para prestigiar?

A essa hora, vocês deviam estar mais tranquilos em relação a sexo. Seus pais já não consideram o assunto um tabu, a grande maioria já sabe o suficiente para entender que os tempos mudaram. Então pra que se entupir de sexo até até o limite do inaceitável? Porque continuar nessa cultura de exagero que só tem trazido angústia para vocês. Banalizando e empobrecendo aquilo que era bonito. Porque vocês se apaixonam cada vez menos? Porque tem tanta vergonha em mostrar suas fraquezas, porque tanto medo de sofrer? Porque acham que a vida precisa ser queimada, e não vivida? Eu achava que vocês rejeitariam sumariamente qualquer idiota enfiando conteúdo sexista pelos seus ouvidos. Achei que vocês virariam as costas a todos que tratassem mulheres como peitos e bundas andantes, mas ao que tudo indica, vocês gostam cada vez mais desses tipos.

Vocês já deveriam estar aceitando as diferenças, em qualquer nível social, já passou da hora. O mundo é um lugar cada vez miscigenado e diverso. Será que não deu pra notar que brigas e revoltas contra quem tem a cor, o sexo ou a religião diferente nunca deram em nada além de ódio?

Era para vocês terem uma relação diferente com o consumo. Desde que nasceram convivem com uma overdose de porcarias  sendo oferecidas como indispensáveis a todo minuto. Não deu para perceber ainda que estão sendo manipulados? Que cada empresa vê em vocês não um conjunto de pessoas, mas de usuários? Muito pelo contrário, vocês continuam a se segregar e se diferenciar por aquilo que consomem. Continuam pagando pau para qualquer um que exiba um telefone, tênis ou corrente de ouro diferente.

Aonde estão os novos líderes? Quem fala para sua geração? E se líderes são coisa do passado, o que colocar no lugar deles? No que vocês acreditam? O querem da vida?

Vocês se desculpam usando sua própria ignorância como escudo. Não compro essa história, amiguinho. A informação hoje corre atrás de você, na sua casa, no seu celular, dentro do ônibus. Nunca se teve tanto acesso a informação. A filtro é seu. Se você só tem acesso a porcaria é porque provavelmente sua cabeça só aceita isso.

É bem provável que tudo isso seja apenas o desabafo de alguém que enfim, ficou velho. Alguém que fez parte de uma geração que tentou. Falhamos, é verdade, mas tentamos. Talvez a nova ordem seja muito mais complexa do que minha cabeça do milênio passado possa entender. Mas não deixa de ser melancólico ver que nossos sonhos foram substituídos por sonhos menores, mais feios.

One thought on “Desabafo inútil para as novas gerações

  1. Simplesmente perfeito este texto, que contém uma dura realidade sobre os jovens de hoje. Muito triste a gente pensar nisso e constatar a triste realidade.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*
*
Website